"In three words I can sum up everything I have learned about life: it goes on."


Tuesday, July 30, 2013

72

inverno de
calor e frio
amor
e
calafrios

Saturday, July 20, 2013

71

eram só algumas saídas
uns beijos etc e tal
cara, eu não te trato bem
não vê? não era pra gostar de mim
porque daí eu
acabo gostando também
e essa coisa de gostar
não combina comigo
sempre
termina comigo chorandinho
pelos corredores
e te detestando
ou contigo
choramingando atrás de mim
ou falando muito mal de mim por aí
e então de novo eu te detestando
e essa coisa de detestar
não agrada mais meu coração
meu bem
eu sou grossa contigo
porra
porque não me come
e some?
eram só uns beijos
mas já estou
querendo saber demais
da tua vida
já estou querendo que você
me ligue
e todo mundo sabe
que eu odeio
telefone
eram só uns beijos
etc e tal 

Friday, July 19, 2013

70

E passarei o resto da noite lendo a Clarissa, não por vontade própria mas uma mulher tem que fazer o que uma mulher tem que fazer. Ela é uma menininha de seus quatorze anos que tem muitas perguntas, quase nenhuma resposta, é aquele tipo de pessoa que se questiona demais pro próprio bem, tadinha. Ainda não aprendeu que na maioria das vezes é melhor ficar sem saber mesmo.
Nada de interessante acontece na vida dela, mas não posso desistir logo agora. Ela é aquele tipo de gente que de vez em quando esbarramos pela vida, um tipo de gente que por mais que não nos interesse possui algo que não conseguimos esquecer. Que nos deixa cheios de perguntas, dúvidas, incertezas, e vai embora antes de esclarecer-nos.
Então seguimos nossa vida. Quase felizes na maior parte do tempo, cheios de quase certezas e vazios de verdades.
Mas de vez em quando, lembramos daquela menina. Que não sabia nada da vida e por isso mesmo sabia demais. Porque essa coisa de complicar demais é coisa de adulto. Quando exatamente a gente deixa de ser a menina das perguntas e vira a mulher vazia de verdades?
"Depois de morrer, acredita-se que o cérebro funciona por 7 minutos, e nesses 7 minutos, você vê toda a sua vida diante dos seus olhos, em uma espécie de sonho… Porque o tempo nos sonhos é esticado. Então, se este for o caso… E se você está exatamente agora nesses 7 minutos? Como você sabe se você está vivo ou apenas revivendo velhas memórias?"

Wednesday, July 17, 2013

69

não iluda-se
ele não vai mais
voltar
essa noite
ou pelo menos
não antes
de você ir dormir
ele mandará
um boa noite
lá pelo final
da madrugada
e eu,
eu não perguntarei
aonde estava
falarei que nem
notei
que dormi
cedo
que assisti
filme
que sei lá
aquela indiferença
já aprendida
ao longo
dos anos
queria poder
deletar as mensagens
outrora enviadas
talvez a essas
horas
já visualizadas
droga!
perdi minha frieza
preciso dela de
novo
preciso parar de
pensar,
mas que besteira!
depois de tanto tempo
ficar pensando
tanto em
um
carinha
que estranhamente
talvez,
coincidentemente
mudou desde
aquela noite
em que
sonhei
de uma maneira
que era palpável
que se encontrava
em um banheiro
com uma
qualquer
relembro que
não é a
primeira vez
que tenho esses sonhos
tão reais
quase
premonições
então acordo
sabendo que
os dias nos
próximos
dias
nunca acabam
bem