"In three words I can sum up everything I have learned about life: it goes on."


Monday, July 30, 2012

58

Entristeci-me tanto hoje
pelo vazio que
a saudades de ti traz
que cheguei a enjoar-me
sinto tanta falta de ti
todo santo o dia
e lá
do outro lado do mundo,
bem lá,
 estás.

Pego meu celular
e te vejo ali,
naquele sofá,
naquela manhã,
naquela cidade,
naquele dezembro.

Às vezes tenho essa
certeza absurda
que para sempre
serás o único
"o"
de todos os meus
textos.
às vezes paro
para tentar
entender o que
eu sinto por ti,
mas nunca
consigo.

Ainda te amo, cara
através de todos os
oceanos e mares
e continentes e fronteiras
e lágrimas e sorrisos
e suspiros e gemidos
e carteiras de cigarro
e baseados de maconha
e noites de choro
desesperado
na rodoviária.

Ninguém nunca mais
conseguirá
me deixar tão em pedaços
como eu fico
em cada despedida
tua, ou
em cada vez
que lembro
de uma...
independente de
quanto tempo
já tenha
passado.

É como se cada vez
que tu fosse
a Suíça ficasse
um pouquinho mais
longe do que já é
mas eu persisto
esperando-te
quem sabe,
um dia?

Aguardo-te
novamente ilhada
nessa ilha (amaldiçoada)
para o natal
como fiz nesses
últimos anos
e continuarei
fazendo
para sempre


With all my love, to Switzerland.
Nathalie.

Saturday, July 28, 2012

57

e já fazia tanto
tanto tempo que não sentia-me assim
desesperançosamente esperançosa
é como se por não estar apaixonada
eu estivesse o tempo todo, entende?
não mais presa a uma única pessoa
enquanto existem oito milhões de outras
pelas quais eu poderia apaixonar-me
muito mais, lá fora
vi um filme esses dias
lembrei de ti
a personagem falava
as mesmas frases que tu
até no mesmo
tom engraçado de voz
chorei de rir, e depois
chorei de chorar mesmo
sinto-me constantemente
perdida entre
o que sou
o que deveria ser
o que desejo ser
cansada das madrugadas
pois nelas até amor
parece pornô, então
tô tentando começar
a viver os dias
embora eu deteste a luz
"vamo vê que que dá"

Sunday, July 22, 2012

56

noites
estranhas
insanas de
luas
amareladas
e
sorridentes
(ou não)

55

É tudo uma questão de escolha, sabe? A gente perde todas as manhãs que a noite nos tira, procurando por alguém sob luzes e substâncias lisérgicas, quando na verdade a gente poderia encontrar o amor da nossa vida ali na padaria comprando pão às sete da matina ou indo caminhar na praia pegando o "sol bom".
É uma eterna procura por algo desconhecido quando nem ao menos sabemos aonde deveríamos procurar. É como perder-se por não saber viver, e no meio desse "não-saber" perdemos um tempo que poderia ser precioso se soubéssemos, você me entende?
É a incapacidade de ter o bom-senso do que deveria ser feito e não é. É a falta de coragem de correr-se atrás do que se quer quando se quer, e remoer todas as entranhas após deixar a possibilidade esvair-se entre os dedos brancos e gélidos.
É a eterna ressaca de um domingo de inverno cinza e gelado sentindo por mim mais uma vez.

Friday, July 20, 2012

54

sentimento sem nome
ou pelo contrário,
sentimento com nome
sobrenome e tudo
mais
mas
tudo fica melhor
quando
eu lembro que
existe um país
lá no outro
lado me
esperando
e o
melhor de tudo
é que
naquela língua
estranha dele
cheia de
consoantes
e palavras
complexas
a existência
da
"saudade"
é na
verdade
inexistente.

Thursday, July 19, 2012

53

mas eu só fui
pra ter certeza
do que eu já sabia
que seria

a indiferença
sim,
eu estava certa
então agora 
eu posso continuar

não precisa
me olhar nos olhos
se não quiser
meu bem
pois,
eu ainda os tenho
decorados
aqui.

Wednesday, July 11, 2012

Não ter você
Cair em si
Morrer de amor
Não é o fim
Mas me acaba

Monday, July 09, 2012

52

não tenho mais
vontade de escrever
acho que acabou
o amor
foi bem rápido
dessa vez
não sabes, mas
ontem eu te vi
de longe
bem de longe
saltitante como
sempre
e tudo que eu quis
foi correr na direção
contrária a tua
e tudo que eu
senti foi
uma não-saudade
de tudo

fica por aí
que eu fico
muito bem
por aqui
pois eu estou bem já
não se preocupa não.

e espero que
faças exatamente
o mesmo
por ti

e por elas
mas principalmente por ti.

"quem muito se ausenta uma hora deixa de fazer falta"

Friday, July 06, 2012

51

hoje a tarde foi muito feia
feia que nem a do dia
em que saímos pela primeira vez
até faltou luz aquele dia
tudo ficou cinza e escuro e
eu vi cair o mundo nesses janelões de vidro

hoje a noite vai estar tão feia quanto aquela tarde
só que minhas noites feias eram só tuas, sabe?
e elas ficavam bonitas contigo nelas
até parei de odiar a chuva
chuva significava você

hoje é a primeira noite realmente feia
desde aquela terça-feira
(que estava feia também)
como eu te queria hoje a noite, cara
nem que fosse só pra conversar
(a cinco metros de distância
uma da outra se assim preferisses)

mas eu só queria mesmo
(como sempre)
minha noite feia de hoje não é tua
e sei que assim consecutivamente será
agosto tá chegando etc e tal

meu deus! que vontade de te ligar!
[e olha que tu sabe
que eu odeio telefone
(deve ser minha vontade
silênciosa - nem tanto -
de ouvir a tua voz)
gringa]


.Calling out your name - James Blunt.